Dúvidas Gerais
Qual a diferença entre as Tintas a Base de Água e as Tintas a Base de Plastisol?

São tintas totalmente distintas que não possuem muitas comparações. Desde as suas formulações até seus resultados finais, cada um a tem seu beneficio para a Serigrafia Têxtil. As Tintas a Base de Plastisol são compostos basicamente por resinas especiais de Policloreto de Vinila e plastificantes de diversos tipos, oferecendo uma solidez de quase 100% de partes não voláteis, alto brilho, elasticidade e flexibilidade, não seca ao ar ambiente, possui alto poder de cobertura, impermeabilização e principalmente possibilita a criação de efeitos especiais e diferenciados com 3D (alto relevo). Já as Tintas a Base de Água possuem um sólido baixo com uma média de 50% de partes não voláteis, resinas acrílicas, a maioria seca ao ar ambiente, oferece um toque mais seco e macio, possibilita maior respiração do tecido, além de oferecer diversos trabalhos diferenciados também.

A Gênesis produz cores diferentes das cores de linha? Ou seja, personalizadas?

Temos um laboratório de colorimetria para desenvolver qualquer tipo de cor. Trabalhamos com a escala de cores PANTONE ® (gráfica e têxtil), que é uma cartela de cores reconhecida mundialmente. Basta fornecer seu código PANTONE ® para desenvolvermos sua cor especial com todos nossos recursos, conhecimentos e tecnologia. Apenas necessitamos de um tempo maior para desenvolvimento, além de ser exigido também uma quantidade mínima de produção . Em casos urgentes, podemos passar uma breve formulação para que você mesmo possa desenvolver sua cor especial.

Quais as vantagens e desvantagens em diluir as Tintas Gênesis?

Vantagens:

  • Reduzir os custos. Dependendo da quantidade, pode-se reduzir o preço da tinta em até 25%;
  • Facilitar na aplicação da tinta sobre o substrato;
  • Retardar a secagem da tinta;
  • Aumentar seu teor de volatilidade;
  • Aumentar o rendimento do produto;
  • Aumentar o poder de adesão, dependendo do substrato;
  • Abaixar a viscosidade da tinta.

Desvantagens:

  • Abaixa o teor de sólidos, tornando a tinta mais frágil;
  • Em excesso, modifica suas propriedades físico-químicas, perdendo suas características (cobertura, cor, peso específico, viscosidade e entre outros);
  • Em excesso, pode ocorrer a formação de bolhas indesejáveis;
  • Em produtos pigmentados, pode reduzir seu poder de tingimento;
  • Uma vez a tinta diluída, a mesma não voltará com suas características físico-químicas originais.
  • Não pode diluir mais de uma vez a tinta, pois ocorrerá excesso de diluição. Aconselhamos diluir somente a quantidade que for usada no dia, evitando problemas futuros.

OBS: Cada tipo de tinta Gênesis possui uma taxa de diluição diferente. Consulte o boletim técnico ou o departamento técnico para melhor esclarecimento.

Como conseguir uma boa cobertura em tecidos escuros?

Quanto mais aberto for o poliéster da matriz, maior quantidade de tinta passará, assim oferecendo melhor cobertura. Outra solução é realizar uma maior quantidade de passadas (repiques).

Tintas a Base de Plastisol

O que é o Plastisol?

Plastisol é um composto derivado de resinas de policloreto de vinila (PVC), diversos tipos de plastificantes, pigmentos e cargas (se necessário) e aditivos para melhorar a qualidade do produto final. O Plastisol é um produto com aproximadamente 99,5% de partes não voláteis, isento de solventes orgânicos, água ou outros tipos de substâåncias que volatilizam.

Quais as vantagens da Tinta Plastisol?

O Plastisol tem diversas vantagens em relação às outras tintas:

  • Alta elasticidade e flexibilidade;
  • Alto índice no teor de sólidos;
  • Não seca ao ar ambiente;
  • Alta definição na imagem;
  • Poder de cobertura;
  • Brilho;
  • Rendimento;
  • Fácil manuseamento;
  • Aspecto emborrachado;
  • Proporciona trabalhos diferenciados;
  • Ótimo custo/ benefício.

Quais os equipamentos necessários para poder usar a Tinta Plastisol?

É necessário um equipamento de fonte de calor que libere altas temperaturas. Para um baixo investimento e baixa produção, pode-se adquirir um soprador térmico, flash cure pequeno, secador a gás ou uma estufa de gaveta. Para um alto investimento para altas produções, aconselhamos o uso de flash cure maiores e modernos e estufas de esteira.

Quero trabalhar com a Tinta Plastisol, mas não tenho estufa. Posso curar o Plastisol com o Soprador ou Flash Cure?

O plastisol cura a uma temperatura a cima de 160o C e com um tempo determinado. O importante é ter uma fonte de calor que atinha esses requisitos. Aconselhamos sempre usar estufa, pois conseguimos controlar sua temperatura e tempo. Já o flash cure e o soprador térmico são ideais para realizar a pré-cura, mas se os mesmos tiver em um controle estável e preciso no manuseamento, pode-se conseguir a cura do plastisol. Lembre-se que o trabalho manual é fundamental.

Posso usar a Tinta Plastisol junto com uma outra Tinta Base Água na mesma estampa?

Pode usar sim, desde que não há sobre posição de uma tinta sobre a outra, seja plastisol ou base água. Caso haja uma sobre posição, aconselhamos fazer testes prévios antes de uma produção. Também tomem cuidado com a migração da tinta base água para a tinta plastisol.

A Tinta Plastisol pode ser diluída com algum tipo de Solvente?

Não aconselhamos usar nenhum tipo de solvente orgânico ou água, pois eles são incompatíveis com o plastisol e podem causar perda de qualidade da estampa. O correto é utilizar Amaciante para Plastisol.

Qual a diferença entre Relevo Base e Relevoplast?

O Plastisol Relevo Base é um produto para criar efeito 3D sem o uso de matrizes de alto relevo, possui alta qualidade de definição da imagem, toque leve e maleável e boa fixação. Já o Relevoplast é um produto mais duro, necessita de uma matriz com emulsão alto relevo, alta viscosidade e não oferece boa fixação em alguns substratos. Este produto é muito utilizado na fabricacão de bonés promocionais.

Tintas a Base de Água

Como faço para diluir ou amaciar a Tinta Base de Água?

O ideal é nunca diluir qualquer Tinta Base de Água, pois os produtos são produzidos prontos para uso. Mas caso haja necessidade, pode-se adicionar uma solução de sulfato de amônia em pequenas quantidades para abaixar um pouco a viscosidade sem prejudicar o produto. O uso de água não é recomendado.

Existe algum Retardador para Tinta Base de Água?

Existe o Retardador Gel Base Água. Usar na média de 5 a 10% sobre qualquer tinta base de água, evitando o entupimento da matriz. Caso não tenha este produto em mãos, pode-se usar 5% de uréia técnica ou aguarrás. Tome cuidado para não exceder esses produtos.

Tintas a Base de Solvente

Qual a melhor tinta para a fabricação de Adesivos em Vinil?

Tinta Vinílica. A Gênesis oferece uma linha vinílica de altíssima qualidade, com acabamento fosco ou brilhante, em diversas cores, alto rendimento e ótimo custo/benefício.

Qual a melhor tinta para a produção de Sacolas Plásticas de polietileno?

Tinta Seribrill. Indicado para produção de sacolas e outros matérias de polietileno. Lembre-se que é de extrema importância que as sacolas de polietileno estejam tratadas antes da aplicação da tinta Seribrill. Este tratamento é conhecido como tratamento corona (flambagem).

Matrizes Serigráficas

Qual o melhor tecido para usar nas Matrizes Serigráficas?

Para melhor qualidade de sua matriz, aconselhamos utilizar os tecidos técnicos de poliéster monofilamento. Esses tecidos são como uma linha de pesca (fio único), enquanto que os tecidos multifilamento são como um barbante (diversos fios entrelaçados), que com o tempo vão se abrindo e permitindo a penetração da tinta entre eles, causando entupimento da matriz. Atualmente existe uma variação muito grande de tecidos técnicos, tanto na sua tramação quanto no diâmetro do fio. Consulte sempre o nosso boletim técnico para saber qual o tecido mais indicado para cada tipo de produto.

Qual seria o tempo ideal para a Revelação de uma Tela (Matriz Serigráfica)?

Varia muito de acordo com a qualidade do fotolito em uso e a qualidade do tipo de lâmpada que vocês está usando. Mas a revelação geralmente leva em torno de 3 minutos.

O que significa uma Impressão Fora de Contato?

Impressão fora de contato é uma técnica que permite que a matriz (tela) não fique em contato com a mesa de impressão, ou seja, o contato entre os dois apenas ocorre com a pressão do rodo durante a impressão, assim oferecendo alta qualidade na imagem da aplicação. Essa técnica é uma sugestão que oferecemos para melhor qualidade de seus resultados.

A Tinta Plastisol pode entupir a Tela (Matriz Serigráfica)?

O Plastisol é um produto que só seca a ação de temperaturas elevadas e só começa a reagir a partir de 50 a 60%. A temperatura ambiente nunca entupirá a matriz (tela). Se deixar ela muito tempo parada na tela, pode vir a aumentar a sua viscosidade, dando impressão de entupimento, mas isso não ocorre.

Transfers

Quais os tipos de Transfers utilizados na Serigrafia?

• Transfer com papel Flocado (efeito com floco);
• Transfer com papel Foil (efeito metálico);
• Transfer com papel Refletivo (efeito olho de gato );
• Transfer com tinta Seriplast (ideal para confecções de números e logotipos);
• Transfer com tinta Serisol (tinta plastisol, ideal para alta produção de transfer);
• Transfer com tinta Hidrotransfer (similar ao transfer Serisol, porém base de água);
• Transfer Litográfico (off-set com serigrafia usando a tinta Serisol);
• Transfer Sublimático (ideal para linha esportiva, somente para tecidos sintéticos).

A Gênesis oferece algum tipo de orientação para a produção de Transfers?

Sim, oferecemos treinamentos mensais ou semanais, dependendo da procura.

É possível fazer a transferência do Transfer com Ferro de Passar Roupa?

Não, pois a qualidade de adesão é comprometida. Recomendamos o uso de Prensas Térmicas para obter total controle na temperatura, pressão e tempo.

Onde posso comprar Papéis Foil e Flocado para Transfers?

A Gênesis oferece praticamente todos os tipos de Papéis Especiais para Confecção de Transfers através de nossos distribuidores.

• Papel Soft (acabamento fosco);
• Papel Brilhante (acabamento brilhante);
• Papel Flocado (acabamento aveludado);
• Papel Laminado Foil (acabamento metalizado); • Papel Refletivo (acabamento refletivo);
• Papel para Hidrotransfer;
• Filme Transparente cristal.

Problemas comuns

Minha estampa branca está mudando de cor após passar na estufa. O que fazer?

Provavelmente o tecido deve ser sintético e tingido com corante disperso. O tingimento do tecido com corantes dispersos não aguentam a alta temperatura que o Plastisol necessita para curar, assim o corante migra para a Tinta Plastisol. Para resolver você pode usar nosso Plastisol Primer Bloqueador (consulte o departamento técnico sobre seu procedimento). Caso não resolva a migração, também pode-se fazer uma lavagem redutiva do tecido para remover o excesso de corante disperso e evitar a migração. Uma outra solução é usar tinta base de água de secagem ao ar para que não haja calor sobre o tecido evitando a migração. Tome cuidado também quando a peça sai da estufa, pois o empilhamento pode também passar a migração do corante para a estampa do tecido de baixo.

Estou utilizando Plastisol e a estampa está criando bolhas depois de curada, o que pode ser?

Podem ser diversos fatores, mas os mais comuns são:

• Diluições excessivas com Amaciante para Plastisol. Aconselhamos usar no máximo 5%;
• Alta temperatura da fonte de calor, ocorrendo fervura do Plastisol;
• Preparação incorreta do Plastisol.

Porque existem algumas estampas que racham?

Para Linha Base de Água: A Gênesis oferece diversos produtos, pois as variações de tecidos são imensas, para tecidos com elasticidade aconselhamos o uso da tinta Sericryl Elastic ou o Sericryl para Lycra.

Para Linha Plastisol: O Plastisol é como se fosse um plástico na forma líquida, e plásticos não racham, apenas se rompem. Para não ocorrer este rachamento, aconselhamos o uso de repiques para aumentar a camada de tinta e conseqüentemente a sua resistência a elasticidade e flexibilidade. Outro problema pode ser apenas a cura errada do Plastisol.

Porque às vezes aparecem furos na estampa de Plastisol?

Diversos fatores podem causar este problema, mas geralmente elas aparecem na primeira impressão devido a telas mal esticadas, rodos desgastados, mesas muito macias ou tecidos técnicos de baixa qualidade.

Porque a estampa com Relevo Base às vezes fica arredondada?

Pode ser por causa do encolhimento do tecido com a ação de uma fonte de calor, o excesso de temperatura na estufa ou a aplicação não foi toda expandida na mesa, assim expandido em excesso dentro da estufa.


+ CONHECIMENTO

História da Serigrafia Têxtil no Brasil

História do Plastisol

Conheça os Processos de Transfers

Conheça as Técnicas de Quadricromia

Teoria da Cor

O que é Colorimetria?